31 de janeiro de 2010

Relatório: Metallica e o show da World Magnetic Tour em SP

1) Recebimento do Disco de Ouro
Um disco de ouro pelas 40 mil cópias vendidas no Brasil do CD "Death Magnetic" (2008). Esta foi a maior surpresa da entrevista concedida pelo Metallica a jornalistas de São Paulo no estádio do Morumbi, na tarde deste sábado (30), antes de fazer o primeiro dos dois shows na cidade. Ainda, os músicos receberam da produtora brasileira outro prêmio: disco de platina duplo pelas 60 mil cópias vendidas no país do DVD "Orgulho, Paixão e Glória - Três Noites na Cidade do México". 

Na entrevista, James Hetfield (voz e guitarra), Lars Ulrich (bateria), Kirk Hammett (guitarra) e Robert Trujillo (baixo) falaram sobre a expectativa em relação ao show desta noite e disseram esperar a "paixão de sempre" por parte dos fãs. Ulrich garantiu que a banda tem boas recordações da última passagem pelo Brasil e que todos sentem-se "bem-vindos" no País. O baterista ainda acrescentou que o Metallica toca melhor hoje e que a meta é empolgar os roqueiros que forem até o Morumbi.

O Metallica, que já vendeu mais de cem milhões de cópias de discos, volta ao país para divulgar o disco "Death Magnetic", de 2008. Na estrada desde outubro de 2008, a "World Magnetic Tour" já esgotou ingressos nos Estados Unidos e países da Europa e Reino Unido. Só em 2009 teve mais de 70 apresentações, e em São Paulo contabiliza o 126º e 127º shows, respectivamente.

A banda trouxe a produção completa da turnê, com telões gigantes, luzes e cenário. No total, o show do Metallica comportará 68 mil pessoas. A capacidade é menor do que os 70 mil das apresentações de Madonna no Morumbi em 2008 e maior do que os 68 mil lugares do show do AC/DC no ano passado.

O repertório da turnê é repleto de clássicos, como "Fade To Black", "Sad But True", "Enter Sandman" e "Nothing Else Matters". No Peru, na Argentina e no Chile, as apresentações começaram com "Creeping Death", do álbum "Ride the Lightning" (1984), e foi com a mesma faixa que o Metallica abriu seu show no Parque Condor, em Porto Alegre. No entanto, segundo o guitarrista Kirk Hammett, "nunca tocamos o mesmo set duas vezes. Mudamos de noite para noite".

2) O show
Muita água rolou por debaixo da ponte que o Metallica caminhou durante os 11 anos que não passou pelo Brasil. As dificuldades enfrentadas pelo grupo durante as gravações do disco "St. Anger" (2003) e documentadas no filme "Some Kind Of Monster" parecem já distante da banda que voltou ao país nesta semana com um novo show. Ao vivo e comemorado com fogos de artifício, o Metallica mostrou que sobreviveu às tempestades ao subir no palco do estádio Morumbi, em São Paulo, para tocar neste sábado (30) frente a cerca de 68 mil pessoas.

Onze anos depois, Kirk Hammett ainda é o dono dos riffs e James Hetfield tem a mesma voz forte e potente de sempre, apesar das rugas que o telão gigantesco insiste em focar. Lars Ulrich é agressivo na bateria e continua sendo o maestro do Metallica, e Robert Trujillo acompanha com competência no baixo, apesar de ainda não ser nenhum Jason Newsted ou Cliff Burton no palco.
A turnê é do disco "Death Magnetic", de 2008 e responsável por recolocar a América do Sul no mapa da banda, mas o que rege as mais de duas horas de show são mesmo os clássicos, todos lançados até 1991, quando a banda colocou nas lojas seu famoso álbum preto. "Load" (1996), "Reload" (1997) e o próprio "St. Anger", composto em um período turbulento e de reconstrução interna, foram ignorados e a ausência pouco sentida.

O início do show é aquele mesmo do DVD ao vivo "Orgulho Paixão e Glória", que recebeu disco de platina duplo pelas 60 mil cópias vendidas no Brasil: um trecho de "The Ecstasy of Gold", de Ennio Morricone, acompanhada da projeção de uma cena emblemática do faroeste "Três Homens em Conflito", de Sergio Leone, no telão. Essa é a introdução para que a banda apareça em cena trazendo os clássicos "Creeping Death" e "For Whom The Bell Tolls", ambas do segundo disco "Ride the Lightning" (1984). Daqui em diante, quase tudo muda de um show para outro.

Para esta primeira de duas apresentações em São Paulo a banda trouxe "The Four Horsemen", do estreante "Kill 'Em All" (1983), e encaixou "Harvester of Sorrow" na sequência. Depois do estrondo, a calmaria veio com "Fade To Black", para só então mostrar material novo. De "Death Magnetic", quatro músicas fizeram as honras: a sequência já obrigatória "That Was Just Your Life", "The End of The Line" e o single "The Day That Never Comes", e "Broken, Beat & Scarred" (em Porto Alegre foi trocada por "Cyanide" e não deve se repetir neste domingo no Morumbi).

Ao mostrar o que foi feito de mais recente no estúdio, Hetfield se sentiu à vontade para perguntar: "vocês gostam do disco? Vocês têm o álbum?". As respostas foram afirmativas. Quem, afinal, se arrisca em admitir o download do material frente à banda que já abriu processo contra a divulgação de música grátis na internet?

Os hinos do Metallica vieram metralhados em "Sad But True" (dedicada aos "amigos" do Sepultura, que abriram o show), "Master of Puppets", "Nothing Else Matters", "One" (introduzida por uma sequência de fogos de artifício e labaredas no palco) e "Enter Sandman", que fechou a primeira parte da apresentação e tirou a banda de cena. Kirk Hammett voltou sozinho ao palco para o bis protagonizando seu momento solo, com um blues na guitarra.

Quando toda a banda ressurgiu, Hetfield anunciou o momento já conhecido pelos fãs, mas sempre imprevisível. "Sempre tocamos nessa hora uma música de uma banda que influenciou o Metallica. Essa banda é Queen", disse o vocalista ao emendar "Stone Cold Crazy". Seguida por "Motorbreath", o encerramento, sim, foi previsível. "Essa tem só três palavras: 'Seek and Destroy'", disse o vocalista enquanto a multidão já gritava pelo título da música.

Para se despedir do público, o Metallica trouxe fogos de artíficios e presentou os fãs --a quem Hetfield chama de "amigos"-- com uma chuva de palhetas decorativas da turnê "World Magnetic Tour". Mesmo depois de cumprir a missão de "fazer as pessoas se sentirem bem", anunciada no ínicio do show, os músicos pareciam não querer ir embora e permaneceram por alguns minutos no palco após o show. "Espero que a gente não demore outros 11 anos para voltar ao Brasil", disse Lars para Hetfield completar: "Até amanhã, São Paulo".

O Metallica se apresenta também neste domingo (31), no mesmo local. Ainda há entradas de todos os setores para o segundo show a R$ 150 (arquibancada laranja), R$ 170 (arquibancadas azul e vermelha), R$ 190 (arquibancada vermelha especial), R$ 250 (pista e cadeira inferior), R$ 300 (cadeira superior) e R$ 500 (pista vip). Estão à venda apenas na bilheteria do Morumbi, do meio-dia até o início do show.

Veja as músicas que o Metallica tocou em São Paulo:

"Creeping Death"
"For Whom the Bell Tolls"
"The Four Horsemen"
"Harvester of Sorrow"
"Fade to Black"
"That Was Just Your Life"
"The Day That Never Comes"
"Sad But True"
"Broken, Beat & Scarred"
"One"
"Master of Puppets"
"Blackened"
"Nothing Else Matters"
"Enter Sandman"

bis
"Stone Cold Crazy" (cover do Queen)
"Motorbreath"
"Seek and Destroy"

Confira uma galeria de fotos do primeiro show da World Magnetic Tour do Metallica em SP clicando aqui.





30 de janeiro de 2010

Nova linha de violões Yamaha NX

O mercado brasileiro receberá três novos modelos da linha NX. Os modelos são: NCX900R, NTX700 e NTX900FM. Todo esse time é equipado com o A.R.T. system (sistema de captadores) que proporciona uma excelente sonoridade, especialmente desenvolvido para violões de nylon, no qual você poderá perceber o brilho natural dos timbres sem perder nada de sua essência. Dois tipos de corpo foram criados para atender a vários estilos de músicos, oferecendo oportunidades até mesmo para aqueles que não estão acostumados com o modelo clássico. 

NTX
O versátil, contemporâneo e estiloso NTX foi projetado com o corpo mais fino, braços mais estreitos para oferecer conforto e tocabilidade para os violonistas acostumados com os modelos elétricos e acústicos de aço. O design especial do seu Cutaway também deve ser levado em consideração. Estes instrumentos são perfeitos para adicionar mais brilho ao timbre das cordas de nylon que dedilharão belas canções que vão dos ritmos latinos, partindo para Jazz, finalizando no Pop e Rock.

O NTX700 se adapta facilmente a uma ampla gama de gêneros musicais. Escolha certa dentre os diversos tipos de músicos, é um excelente modelo para começar a explorar a melodia e a sonoridade das cordas de nylon. 

Características:
• Violão elétrico de nylon
• Corpo: Thin Body (mesmo estilo do APX9NA) / Standard Depth
• Tampo: Solid Spruce
• Lados e Fundos: Nato
• Braço: Nato (48mm)
• Caixa de Ressonância: 80-90mm
• Escala: 650mm (25 9/16”)
• Preamp: System61 2way A.R.T.
• Lançamento oficial: Expomusic 2009 

Para saber mais sobre a linha Yamaha NX basta clicar aqui.


Fonte: yamahamusical.com.br

Korg M50 traz timbres de orquestra

No passado as Workstations tinham Combinações de 8 partes, então a Korg lançou o OASYS, o M3 e agora o M50 com combinações de 16 partes. Com seus timbres e combinações importados do M3, o M50 é a escolha ideal para quem precisa de timbres de qualidade, combinações polivalentes e não abre mão da versatilidade e facilidade no uso e programação do teclado.

Utilizando-se dessa nova tecnologia de Combinações de 16 partes, o M50 vem com mais de 600 programas individuais de som gravados em condições perfeitas de estúdio, proporcionando realismo sem igual. Além dos fantásticos sons de instrumentos, o M50 também conta com sons the synth, metais, drum tracks e muito mais. Obviamente, os pianos não poderiam ser esquecidos; pianos de cauda e uma grande variedade de pianos e teclados clássicos estão incluídas - além do piano mono excelente para apresentações ao vivo.
Agora na época de Carnaval é muito comum os tecladistas precisarem de uma Workstation que tenha metais e timbres orquestrados confiáveis e "gordos" o suficiente para tocar marchinhas de carnaval, axé, samba e outras músicas comuns nessa época do ano! O M50 tem tudo isso! Além disso, você pode criar combinações de 16 partes para fazer linhas de metais e sons de orquestra inigualáveis.

Precisa ajustar rapidamente algum detalhe do seu timbre? Sem problemas: o controle Tone Adjust permite que você acesse os parâmetros e características mais importantes de um som sem ter que entrar profundamente na programação do timbre. Disponível nos modos Program, Combi e Sequencer, você consegue deixar seu timbre perfeito do jeito que precisa sem muita bagunça e com o mínimo de esforço.



Korg PA-50 ganha versão SD

Que KORG é sinônimo de teclado profissional, todo mundo que é familiarizado com teclas já sabe. Fundada há 40 anos, a famosa empresa japonesa se mantém há muito tempo como um dos gigantes na fabricação de workstations e de teclados arranjadores profissionais, tornando-se referência de mercado e grande precursora em tecnologia, design e sonoridade. Assim como o vinho, que fica melhor com o tempo, os japoneses da KORG estão cada vez melhores e mais ligados na modernidade! Um bom exemplo disso é o novo PA50 SD que abandonou de vez o disquete e agora trabalha com cartões de memória SD. Esses cartões, além de confiáveis e simples de usar, são extremamente fáceis de se encontrar!

O PA50 SD tem tudo que o PA 50 que você já conhece tem: o melhor de dois mundos - workstations e teclados arranjadores - num único sistema. Com a sonoridade da premiada série TRITON, uma ampla variedade de ritmos programados por alguns dos melhores músicos do mundo, um revolucionário seqüenciador duplo, e recursos sofisticados de programação, o PA50 SD coloca nas mãos de uma nova geração de músicos toda uma história de desenvolvimento tecnológico pelo melhor custo/benefício do mercado. E agora, com entrada para cartão SD.


Roland lança a TD-4KX

Baseado no popular kit TD-4K, o novo TD-4KX oferece o melhor – sensibilidade facilmente notável, versatilidade e acessibilidade – e um tempero especial com o mais novo pad de 6,5 polegadas desenvolvido em mesh head para os tons.

.Novo pad de 6,5 polegadas com mesh head para os tons
.PDX-8 para o surdo
.Alta qualidade de sons
.Fácil edição com customização de afinação e abafamento
.Função Coach para desenvolver suas habilidades de técnica
.Expansível com o opcional CY-12R/C para substituir o prato de condução
.Compatível com o opcional VH-11 V-HiHat® para montagem em máquinas de chimbal convencionais
.Multicabo com plug DB-25, para conexão dos pads fácil e rápida 

Configuração do Kit TD-4KX

TD-4 Módulo de som de percussão x 1
PDX-8 V-Pad (caixa, surdo) x 2
PDX-6 V-Pad (tom 1, tom2) x 2
CY-8 Dual-Trigger Cymbal Pad (pratos) x 2
CY-5 Dual-Trigger Cymbal Pad (chimbal) x 1
KD-8 Kick Trigger Pad (bumbo) x 1
FD-8 Hi-Hat Controle Pedal x 1
MDS-4 Rack x 1


Para saber mais detalhes sobre a nova bateria da série v-Drums basta clicar aqui.


VS-100 da Cakewalk

O V-STUDIO 100 da Cakewalk combina todas as modernas ferramentas necessárias atualmente para produção e performance musical em tamanho compacto e acessível.

.Interface de áudio USB 2.0 de alta velocidade
.Controle universal de DAW*
.Mixer digital pessoal
.Gravador WAV em SD
.VS Production Pack de plug-ins de efeitos e instrumentos virtuais incluso (Mac/Win)
.Software Sonar VS (Win) incluso.

Interface USB 2.0 de alta velocidade
V-STUDIO 100 é uma interface de áudio e MIDI de alta qualidade USB 2.0 que utiliza a tecnologia de processamento e componentes Roland mundialmente reconhecidos pela qualidade.

.Oito entradas + mix/seis saídas , qualidade 24 bits/96 kHz
.Dois prés de microfone com Phantom Power, entrada hi-z para guitarra e MIDI I/O
.Compatível com ASIO, WDM, WASAPI, Core Audio
.Compatível com softwares de áudio SONAR, Logic , Live, Cubase e Digital Performer

Controle universal de DAW´s
O V-STUDIO 100 é um controle universal de DAW* compatível com todos os softwares de gravação de áudio digital para Mac/PC via protocolo de controle Mackie, incluindo Logic, Live, Cubase e Digital Performer. Além disso , possibilita estender as capacidades de controle sobre o Sonar por meio da implementação da Tecnologia de Controle Ativo (ACT) da Cakewalk.

Mixer Digital Pessoal
O V-STUDIO 100 é um mixer digital ideal para pequenos grupos ou para performances-solo que necessitam de controle rápido e simples para poucos instrumentos e microfones para voz, assim como para DJs que trabalham com música eletrônica e necessitam mixar múltiplas fontes sonoras. Todos os usuários podem aprimorar seu som ao vivo com qualidade profissional e efeitos on-board oferecendo fácil roteamento e acesso:

.Ideal para mixar pequenas bandas, músicos-solo, DJs , home studios
.Oito entradas , seis saídas além da saída de fones de ouvido
.Quatro tipos de reverb e seis canais de EQ e compressão

Gravador e reprodutor portátil em cartão SD
O V-STUDIO 100 pode captar todo o lampejo criativo a qualquer momento proporcionando gravação digital de alta qualidade mesmo sem estar conectado ao computador. Grave diretamente ao SD card do VS-100 idéias de composições, ensaios ou performances ao vivo. Crie pistas em seu software de gravação e transfira-os para o cartão SD do VS-100 para playback durante apresentações ao vivo (mesmo enquanto grava sua performance). Com as performances gravadas você pode facilmente transferi-las do cartão SD para editá-las e aprimorá-las em softwares de gravação.

.Gravação sem necessidade da conexão ao computador
.Captação de ensaios e performances ao vivo
.Reproduz e grava simultaneamente em backing tracks
.Metrônomo incluso
.Inserção de markers durante a gravação ou reprodução
.Loop de regiões para estudo ou jams
.Transferência de áudio de e para o computador via USB

V-STUDIO 100 – Características de software
O VS-100 Production Pack (Win/Mac) possui os seguintes efeitos e instrumentos virtuais:
VX-64 Vocal Strip
Processador de sete estágios desenvolvido especificamente para dar corpo e produzir excelentes sonoridades vocais. O VX-64 é caracterizado pela nova tecnologia Cakewalk de fase coerente com saturação multibanda, evitando distorções indesejáveis; filtro exclusivo para evitar “pufs” e “sibilâncias“ tanto nas altas como baixas freqüências; circuito de nível automático proporcionando a saturação da válvula. Além disso, prevê picos de transientes a serem processados por ele. O VX-64 também possui um novo d-esser por algoritmos, desenvolvido pela Cakewalk, e o LP-64 com tecnologia de filtro de efeito de fase linear para remover sibilância sem perder o brilho e a sonoridade original.
Processamento em estágios possui:

.Entrada – simula um pré-amprificador valvulado
.De-esser – remove sibilância sem perder brilho
.Compander – compressor vocal com um expander para reduzir ruídos indesejáveis de fundo
.Tube EQ – equalizador valvulado para adicionar características de saturação de válvula (warm sound)
.Doubler – avançado efeito de dobra proporcionando qualidade de re-tracking
.Delay- presets de delays mais utilizados em pistas de voz com sincronismo com o tempo da música
.Saída – proporciona controle de saturação com filtro de soft-clipping

A ordem dos processamentos pode ser alterada pelo usuário com um simples “click e arraste”.

Ferramentas de canais
As ferramentas de canais proporcionam um simples e eficiente controle sobre posicionamento individual de pan em qualquer lugar da imagem stereo com ajuste de ganho, pan/width e fase. Também ajusta a largura do tamanho do pan de cada instrumento e efeitos de gravação estéreo com de ganho mid-side
Boost 11 Peak Limiter
Possibilita que sua pistas estejam prontas para transmissões de rádio com o “punch” desejado por meio de um limitador de picos extremamente transparente e maximizador de volume sem adicionar coloração ao material. O PDR(Release dependente do programa) proporciona resultados profissionais com interface muito simples.

Guitar Rig 3 LE da Native Instruments
Construido com a última palavra em modelação de amplificadores e efeitos de guitarra, possui três amplificadores e gabinetes, 11 efeitos, afinador, metrônomo e mais de 50 presets.

Dimension LE
Uma versão compacta do Dimension Pro Instrument da Cakewalk. Possui 400 sons programados como baixos, órgãos e pianos elétricos para utilizar com sons de sinths e ritmos eletrônicos com uma edição especial do Garritan Pocket Orchestra.

Rapture LE
Versão especial do aclamado sintetizador de formas de onda Rapture. Possui 200 programas e centenas de tipos de osciladores. Rapture LE é perfeito para performances de sons de sintetizadores modernos para músicas pop, dance e eletrônica

Cakewalk Studio Instruments
Uma coleção de quatro instrumentos virtuais possibilita um modo simples de criar trilhas de playback utilizando fotos realísticas e uma interface do usuário interativa.
Possui Drum kit, Bass guitar, Electric piano e sessão de cordas de orquestra.

Sonar VS (somente PC)
Possui software de gravação de áudio e MIDI baseado no poder de processamento e interface do Sonar 8, mas oferecendo uma operação extremamente simples e direta.

*Digital Audio Workstation



Inédita de Jimi Hendrix disponível para audição

"Valleys of Neptune", de Jimi Hendrix, foi disponibilizada no site da revista Spinner. A faixa faz parte de coletânea homônima, com lançamento marcado para 9 de março, mas sairá como single no dia 2 de fevereiro.

Valleys of Neptune, o disco, chega às lojas junto a uma série de materiais em homenagem aos 40 anos da morte de Hendrix. A coletânea contará também com versões em estúdio de covers feitos por Hendrix para "Bleeding Heart", de Elmore James, e "Sunshine of Your Love", do Cream, além de regravações de clássicas faixas do álbum Are You Experienced, como "Fire," "Red House" e "Stone Free". Entre as inéditas, estão "Lullaby for the Summer," "Crying Blue Rain" e "Ships Passing Through the Night."

A capa de Valleys of Neptune tem como base uma pintura feita pelo guitarrista na década de 1950. "Antes de ser músico, Jimi queria ser um artista", contou a irmã Janie Hendrix à Rolling Stone EUA. "Quando vi esse desenho que ele fez em 1957, veio 'Valleys of Neptune' à cabeça, então sabíamos que iríamos usá-lo nesse projeto". A imagem final é o resultado do desenho combinado a uma foto tirada por Linda Eastman, ou Linda McCartney, como ficaria conhecida mais tarde.

Ainda neste ano, a história do guitarrista norte-americano será tema de filmes. Um deles é Slide, uma versão ficcional sobre o que aconteceu durante o "final de semana perdido" de Hendrix - que teria sido alvo de um sequestro orquestrado por seu empresário, Mike Jeffery. 


Vovó DJ detonando nas pistas européias

Perto de seu aniversário de 70 anos, a DJ britânica Ruth Flowers está conquistando as pistas da Europa, especialmente em Paris. Com cabelo prata todo espetado, batom escarlate, jaqueta de couro e um óculos escuro gigante, Flowers, conhecida no meio como Mamy Rock, começa a desfrutar da fama em seus anos dourados.

Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, Mamy Rock disse não ser uma "super DJ", mas apenas uma DJ comum. Sua paixão pela música eletrônica começou quando acompanhou seu neto até um clube em Londres. "Os seguranças não de deixaram entrar de primeira, eu era bem mais velha que os clientes usuais, mas uma vez lá dentro acabei adorando. Eu pensei: 'posso fazer isso'. Meu marido tinha acabado de morrer, eu estava aposentada, tinha tempo, então, por que não?", disse Flowers ao jornal.

A DJ de 69 anos gosta de misturar música antiga com atual. "Eu poderia colocar junto com um som eletrônico os velhos Rolling Stones", disse a DJ. A fama de Mamy Rock aumentou depois que ela discotecou rapidamente para o Festival de Cinema de Cannes. "Eu não tenho intenção alguma de me aposentar. Bem, ao menos que eu morra", disse ao The Guardian.


Tributo a Bon Jovi, Aerosmith e Guns N Roses no Bolshoi Pub

A Hollywood Band, banda que toca os sucessos das propagandas da Hollywood dos anos 80, desta vez vem homenagear dois grandes nomes da história do rock arena: Bon Jovi e Aerosmith. O show acontecerá no Bolshoi Pub, em Goiânia, no dia 06/02/10, sábado.

A Hollywood Band também prestará uma homenagem a um dos grandes nomes do rock dos últimos tempos. Liderada pelo vocalista Axl Rose, o Guns N Roses vendeu mais de 100 milhões de discos e emplacou vários sucessos em todo o mundo. Neste show, a Hollywood Band revive os momentos áureos da banda com um repertório que inclui clássicos como "Welcome to the Jungle", "Paradise City", "Don't Cry", "November Rain", "Patience" e a emblemática "Sweet Child O' Mine". Esta apresentação ocorrerá no dia 20/06/10.

Para saber mais detalhes sobre estes eventos clique aqui e aqui.


Fonte: bolshoipub.com.br

Richie Kotzen em Goiânia

A nova turnê brasileira do guitarrista e vocalista norte-americano Richie Kotzen, que promove o novo álbum, Peace Sign, também passará pela cidade de Goiânia. O show será realizado no dia 22 de abril, no Bolshoi Pub.

Confira as datas confirmadas até o momento:
22 de abril - Bolshoi Pub - Goiânia/GO
23 de abril - Blackmore Rock Bar - São Paulo/SP
25 de abril - Teatro Odisséia - Rio de Janeiro/RJ
28 de abril - Drakkar Music Hall - Porto Alegre/RS
29 de abril - Hangar Bar - Curitiba/PR

Além de uma sólida carreira solo, gravando álbuns mesclando estilos Hard Rock, Rock'n'Roll, Jazz, Fusion e Soul, Kotzen integrou as bandas Poison e Mr. Big. Uma das vindas do guitarrista do Brasil resultou no lançamento do CD "Live in São Paulo" (2008), gravado no Stones Bar (SP).

Em breve mais informações sobre valores dos ingressos, postos de venda e outras datas. O e-mail pra booking de shows é: booking@freepass.art.br

Sites relacionados:


Fonte: roadiecrew.net

28 de janeiro de 2010

Projeto Barulho no Republica em Goiânia

Projeto Barulho no estúdio República:
dia - 30/01/2010
horário - 20:00
ingresso - R$5,00

Native Instruments lança o Abbey Road 60s Drums

A Native Instruments lançou a Abbey Road 60s Drums, primeiro instrumento virtual criado em parceria com o British Studios. Os samples foram gravados em alta resolução usando técnicas sofisticadas de engenharia e equipamento "vintage", gerando um arsenal de sons clássicos de bateria com total balanço tonal.

Para uso com o Kontakt Player e com o Kontact Sampler 4, é uma fonte exclusiva de sons da década de 60, assim como de sons modernos de pop, rock e outros estilos urbanos modernos.

O kit está à venda na loja online da Native Instruments em DVD ou download digital por US$119,00. Para saber mais sobre o kit basta clicar aqui.

Abaixo você pode conferir um vídeo sobre o processo de produção do Abbey Road 60s Drums.





Novos monitores RPM8 da Akai Audio


Chegam ao mercado os monitores ativos Akai RPM8, com design que valoriza os detalhes em vermelho. Mas o importante são as características do monitor: woofer de 8" com cone em kevlar e tweeter de 1" com domo em seda, com respectivamente 80W e 40W de potência contínua, fornecida por amps internos; resposta de frequência plana de 39Hz até 20kHz; SPL máximo de 113dB a um metro; led bicolor indicativo de sobrecarga; entrada em conector combo XLR + ¼"; construção em MDF.

Segundo a Akai, os novos monitores são dirigidos aos produtores de música atual, oferecendo resposta de graves extensa e alto SPL. O fabricante ainda completa que os novos monitores "foram afinados especialmente para as workstations [Akai] MPC".


Carnival Metal Fest em Goiânia

No Domingo de Carnaval acontecerá em Goiânia o Carnival Heavy Metal Fest.

Dia: 14/02

Bandas:
- VIRTUS
- TARQUIIN
- SUNROAD
- SEVENTY NOW
- DEVON
- VEX SYMPHONY

E mais:
+ TATTOOS (performances ao Vivo)
+ SORTEIO DE CAMISETAS (COVA RASA)
+ CONVIDADOS (pAuLo mElO - RISING CROSS, pAuLo HeNRIqUe - OPUS HOMINIS e outros)
+ EXPOSIÇÃO DE MOTO CUSTOM (hehe umas 3 a 4 motocicletas pra tirar onda)
+ DISCOTECAGEM HEAVY, HARD, ROCK, MELODIC, POWER AND TRADICIONAL METAL
+ HOT DOG E CERVA A PREÇOS POPULARES

Horário: a partir das 17:00 hs.

Ingresso: R$ 10,00.

Local: DCE da PUC-GO - RUA 249, ST. UNIVERSITÁRIO

Apoio:

COVA RASA (8121-8967)
ESPAÇO MUSICAL ESTÚDIO (3609-1453)
NICOLAU TATTOO (3548-3672)
CAIO E PHABLO TATTOO (3548-2535)
VIRA LATA HOT DOG (9152-4524)
TRECHEROS NAÇÃO 444 (Moto cluBe)
TATTOO ROCK FEST E ARMAZÉM VINTAGE

P95, o novo piano digital da Yamaha


Será lançado em junho o piano P95 pela Yamaha. Apontado como sucessor do conhecido P85, o novo modelo tem o teclado pesado GHS (Grand Hammer Standard, ou "padrão de martelo de piano de cauda"), samples estéreo no padrão Yamaha AWM (Advanced Wave Memory) e 10 opções de vozes (timbres).
A reprodução de som, além de ter recebido, no P95, altofalantes maiores, pode ser também através de dupla saída para fones, em conectores de 1/4".

Entre os efeitos, estão disponíveis quatro tipos de reverb, e chorus. O teclado tem saída Midi, e sequenciador de uma trilha, já trazendo 50 músicas prontas na memória.

O instrumento pode vir nas cores preta e prata, e como opcional conta com estante com o mesmo acabamento e pedaleira tripla.


Liam Gallagher preparando novo álbum


Liam Gallagher afirmou, em entrevista à rádio britânica XFm, que vai entrar em estúdio em abril. O músico, como havia dito no final de 2009, pretende lançar um álbum de inéditas com sua "nova" banda em julho deste ano.

O músico disse que o grupo, que conta com os também ex-Oasis Andy Bell e Gem Archer, já tem oito canções. "Muitas dessas músicas eu escrevi antes do Oasis terminar", disse à XFm. "E tem algumas novas que estão saindo." O vocalista contou que a banda entrará em estúdio em abril com um produtor e que gravarão três músicas. De acordo com Gallagher, se der certo, o grupo fará todo o álbum com ele.

O vocalista tem se mostrado bastante interessado em continuar com a nova banda, que ainda não teve o nome divulgado. Além disso, ao falar sobre seu antigo grupo, revelou que se arrepende do fato de o Oasis só ter lançado sete álbuns em 16 anos de carreira, considerando muito pouco. "Eu não acho que sete álbuns seja um número bom", falou.

"Estivemos na ativa por, sei lá, 16, 18 anos e tudo o que fizemos foram sete álbuns. Acho pobre", disse. "Não vou me martirizar por isso, apenas acredito que poderíamos ter feito álbuns melhores e maiores. Ou mais álbuns", acrescentou.

Tevez de Pretty Green
Sobre a Pretty Green, grife de roupas que lançou em 2009, Gallagher fez piada relacionando a marca ao jogador de futebol Carlos Tevez. Fã declarado do Manchester City, o ex-Oasis brincou com a aparência do atacante argentino, que atualmente joga no clube inglês. Em entrevista ao site Football365, quando questionado se Tevez ficaria bonito vestindo as peças da Pretty Green, Liam respondeu: "Seria um desafio. Mas não é para ficar bonito o tempo todo, é? Todos ficariam bem com as roupas da Pretty Green", respondeu.


Sepultura na Virada Cultural paulista


A banda de Sepultura será uma das atrações da 4ª edição da Virada Cultural Paulista, que ocorrerá nos dias 22 e 23 de maio. Com investimento de R$ 6,5 milhões, a Virada levará para 29 municípios do Estado mais de 700 atrações gratuitas, ampliando o sucesso de 2009, que promoveu 563 atividades em 20 cidades. A Virada Cultural Paulista 2010 será realizada nas cidades de Araçatuba, Araraquara, Assis, Bauru, Caraguatatuba, Franca, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santa Bárbara d’Oeste, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba e na Região Metropolitana da Baixada Santista com Santos, Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, São Vicente.

"Chegamos à quarta edição da Virada Cultural Paulista com ampliação, não só no número de atrações e cidades, mas também no orçamento. Além de Piracicaba e São Carlos, que aderiram ao evento, a Virada de Santos se expandiu para mais oito cidades da Baixada. Artistas internacionais e nacionais, espetáculos de dança, circo, música erudita e mágica animarão os paulistas dos 29 municípios participantes", afirma o Secretário de Estado da Cultura João Sayad.

Na programação de 2010, destaque para as presenças internacionais de Cat Power, Manu Chão, Yann Tiersen, Mudhoney, e grandes nomes da música brasileira como Bebel Gilberto, Sepultura, Paralamas do Sucesso, Titãs, Moraes Moreira, Leci Brandão, Paula Lima, Ultraje a Rigor, Pitty, CPM22, Negra Li, Lobão, Cachorro Grande, Almir Sater, Dona Ivone Lara, Cordel do Fogo Encantado, entre muitos outros.

A Virada terá ainda uma intensa programação de espetáculos de teatro, com peças como Amigas Pero no Mucho, com Leopoldo Pacheco e Elias Andreato; La Putanesca, com Ângela Dip; Calendário da Pedra, com Denise Stoklos; e espetáculos de dança, intervenções urbanas, stand up comedy, circo, cinema, arte de rua e música erudita. “A Virada Cultural Paulista é um evento que cresce a cada ano e, nesta edição, esperamos reunir mais de 1,5 milhão de pessoas para conhecer diversos artistas e espetáculos, além de proporcionar uma retomada do espaço urbano”, diz André Sturm, Coordenador Geral da Virada Cultural Paulista.

O SESC São Paulo, pelo quarto ano consecutivo, é parceiro do evento, desenvolvendo uma série de atividades em suas unidades do interior e litoral. O diretor regional do SESC, Danilo Santos de Miranda, destaca a relevância desta forma de ação cultural para as cidades paulistas como meio de “dar acesso à comunidade aos elementos formadores de nossa cultura pela participação efetiva do cidadão nas mais diversas atividades artísticas”.

Histórico
A Virada Cultural Paulista é o maior evento cultural do interior e litoral de São Paulo. Inspirada na Virada Cultural da capital, criada na gestão de José Serra quando prefeito de São Paulo, a Virada Cultural Paulista foi lançada em 2007 em 10 cidades, que receberam 381 atrações. Em 2008, mais de 740 mil pessoas compareceram à Virada em 19 municípios e puderam conferir 476 espetáculos. Na edição de 2009, o público presente nas 20 cidades ultrapassou a marca de um milhão de pessoas, que conferiram mais de 560 atrações. Para 2010 a expectativa é que 1,5 milhão de pessoas participe do evento em 29 cidades, que contarão, ao todo, com mais de 700 espetáculos.

A programação prévia está publicada no site www.cultura.sp.gov.br.

Acompanhe as informações da Virada Cultural Paulista nos twitters:
www.twitter.com/viradasp // www.twitter.com/culturasp


Fonte: roadiecrew.net

Benediction em Belo horizonte


Começaram as vendas de ingressos para a apresentação do Benediction em Belo Horizonte. A banda tocará na capital mineira no dia 19 de março (sexta-feira), no Centro Cultural Lapa Multshow, às 21h. Os ingressos do primeiro lote custam R$ 30,00 e podem ser adquiridos nas lojas: Cogumelo - 3224.0493 e Patti Songs - 3222.6283.

Censura 18 anos. Menor somente acompanhado por pai ou mãe. Acompanhante não paga ingresso.

Informações: 3224.0493


Fonte: roadiecrew.net

Ozzy fala sobre seu novo álbum


Ozzy Osbourne apareceu na "CNN International - programa Conectar o Mundo" quarta-feira, 27 de janeiro.

Ozzy Osbourne disse que seu próximo álbum, o décimo trabalho de estúdio, não será chamado "Soul Sucka". "Quando nós colocamos na Internet os fãs não gostaram do título. Eram como, 'Eu não posso imaginar-me a andar pela minha casa com uma camiseta escrito "Soul Sucka".

"Então precisava vir com algo novo." Independente de do título, Ozzy disse ao The Pulse of Radio o que esperar do CD. "É muito pesado. É um cruzamento entre....é como uma espécie de Sabbath/Ozzy. Não era a idéia, mas o CD está saindo dessa maneira".

Ozzy também confirmou que o Ozzfest vai regressar em 2010, depois de tomar uma pausa de um ano, mas não revelou se será apenas um show ou se voltará a viajar pelos Estados Unidos com várias edições. Ozzy também planeja sua própria turnê para breve.

O novo álbum e turnê irá apresentar o guitarrista Gus G após a saída deZakk Wylde.


Fonte: roadiecrew.net

26 de janeiro de 2010

Boss lança o estúdio portátil Micro-BR


Conheça o novo estúdio digital da BOSS que cabe na palma da sua mão. Apenas um pouco maior que um iPod, o “pequeno-porém-poderoso” MICRO-BR é o sonho portátil de qualquer músico. O MICRO-BR oferece 4 canais simultâneos de playback, mais 8 canais virtuais (total 32 canais virtuais), slot para cartão de memória tipo SD Card, efeitos internos, patterns de bateria embutidos, microfone embutido, afinador, MP3 player, porta USB e muito mais. Nenhum case ou bag de guitarra deveria ficar sem o MICRO-BR!

.Ultra portátil, apenas um pouco maior que um iPod;
.Funciona com pilhas (2 tipo AA inclusas) ou fonte PSA-120s BOSS;
.Playback simultâneo de 4 canais, com 32 V-tracks;
.Possui slot para cartão tipo SD (Cartão de 128 Mb incluso);
.Efeitos internos para guitarra, baixo, violão, voz e teclado;
.Efeitos “Center Cancel” e “Time-Strech” para estudo com playbacks e arquivos MP3;
.293 patterns de bateria embutidos;
.Funciona como gravador e tocador de arquivos MP3;
.Microfone e afinador embutido;
.Porta USB para transferência de dados e arquivos MP3;
.Visual arrojado com painel espelhado.

Um Estúdio em seu Bolso
O MICRO-BR é tão pequeno que você pode levá-lo no seu bolso para qualquer lugar. Ele tem apenas 13,6 cm de largura, 8,1 cm de profundidade e 2,14 cm de altura! Porém, mesmo sendo tão pequeno, o MICRO-BR carrega todas as principais características de um estúdio portátil dentro de sua caixa de estilo arrojado e painel espelhado.

Quatro Canais e Mais
A primeira vista, o MICRO-BR é um estúdio portátil de 4 canais, com reprodução simultânea de 4 canais e gravação simultânea de até 2 canais. Porém, existe mais neste equipamento do que pode parecer a primeira vista. Cada um dos quatro canais de reprodução possui 8 pistas virtuais (V-tracks), para você gravar várias tomadas de um solo por exemplo, e escolher o que mais gostou. Você pode ainda escolher trechos de pistas virtuais diferentes e montar um solo completamente novo para sua música.

Bateria Eletrônica
Quase 300 patterns de bateria estão inclusos no MICRO-BR. Você pode usá-los para acompanhar seus estudos ou até mesmo para criar suas músicas. O MICRO-BR possui patterns de introdução, final, versos 1 e 2, viradas 1 e 2 de vários estilos musicais, que podem ser montados conforme sua prefência. E o melhor de tudo, o canal da bateria embutido no MICRO-BR é separado dos 4 canais de gravação do produto, ou seja, você não sacrifica nenhum canal de gravação quando utiliza a bateria interna do MICRO-BR.

Efeitos Embutidos
Apesar de seu tamanho compacto, o MICRO-BR apresenta uma seção inteira de multi-efeitos com qualidade profissional, extraídos da lendária pedaleira GT-6. Você pode tocar sua guitarra usando os efeitos internos do MICRO-BR enquanto escuta seus arquivos MP3 preferidos. O MICRO-BR inclui ainda um algorítmo de “time-stretch” que altera o andamento do áudio gravado sem alterar a afinação do mesmo – uma grande ferramenta para estudo e também para “tirar” trechos rápidos. Até suas músicas em formato MP3 podem ter o andamento alterado sem mudar a afinação. Além de tudo isso, um efeito de “center cancel” pode ser aplicado aos arquivos de áudio para “retirar” a maior parte da guitarra original da música, tornando você o novo guitarrista da sua banda predileta. Gravação em cartão SD. (título) Não existem partes móveis no MICRO-BR. Ele é um estúdio portátil pronto para a estrada que grava em cartão de memória digital. A mídia escolhida foi a internacionalmente conhecida SD (Secure Digital) Card, facilmente encontrada em lojas de eletrônicos que vendem cameras digitais e palmtops. Um pequeno cartão tipo SD pode gravar todas as suas músicas e composições. O cartão de 128 Mb por exemplo, pode gravar aproximadamente 65 minutos de audio com qualidade de CD num dos canais do MICRO-BR.

Para saber mais detalhes, clique aqui.





Álbum do Black Flag relançado em vinil


O primeiro disco da história da SST Records, e o primeiro registro do importantíssimo Black Flag se chama Nervous Breakdown, um EP de 4 faixas que saiu em 1978 e iniciou a trajetória da banda que viria a ser um dos mais importantes nomes no punk/hardcore de todos os tempos.

O disquinho foi reprensado pela SST e agora pode ser encontrado em CD e EP de 7 polegadas. Indispensável para quem gosta de boa música e quer conhecer um pouco mais da história do estilo, o álbum pode ser encontrado clicando aqui.


Revolution Renaissence gravando no Brasil

O novo álbum do REVOLUTION RENAISSANCE já está sendo gravado, e no Brasil! Segundo a manager de Timo Tolkki, Tiziana Hurd, da SolMusic Management, o disco ainda não tem nome definido, mas será o melhor da banda. O disco é o primeiro a contar com os novos tecladista e baixista da banda.

O álbum será gravado e produzido por Thiago Bianchi(Shaman), no estúdio Fusão VM&T, em São Paulo.


O Revolution Renaissance é formado por:

Gus Monsando(Vocal);
Timo Tolkki(Guitarra);
Bruno Agra(Bateria);
Magnus Rosen(Baixo).


Megadeth tocará Rust In Peace na íntegra em turnê


Neste ano, o álbum Rust In Peace, do Megadeth - um dos maiores álbuns de thrash metal já lançados - completará vinte anos e para comemorar este aniversário, Dave Mustaine e companhia resolveram presentear os fãs da banda de uma maneira muito especial.

O poderoso Megadeth irá juntar forças com Testament e Exodus para uma curta turnê de um mês pelos Estados Unidos na comemoração do 20º Aniversário do Rust In Peace. Esses serão shows incrivelmente especiais para o deleite dos fãs do Megadeth, uma vez que a banda estará tocando seu álbum de maior expressão do gênero, na íntegra, além das outras músicas favoritas do público.

Confira algumas datas desta turnê:

3/1 – Spokane, WA – Knitting Factory
3/2 – Boise, ID – Knitting Factory
3/3 – Medford, OR – Medford Armory
3/6 – Calgary, AB – Big Four (Testament with Special Guests)
3/7 – Edmonton, AB – Shaw Conference Centre (Testament with Special Guests)
3/8 – Saskatoon, SK – Prairieland Exhibition Hall
3/11 – Indianapolis, IN – Murat Theater
3/12 – Pittsburgh, PA – Palace Theater


Reunião do Soundgarden


No começo do mês, o vocalista e guitarrista Chris Cornell anunciou que esse ano aconteceria uma reunião do Soundgarden, um dos maiores nomes do grunge, que encerrou atividades em 1997, após quase 15 anos de carreira.


Agora foi anunciada a formação que tocará nessa reunião. Além de Chris (que depois do final do Soundgarden cantou à frente do Audioslave e gravou três trabalhos solo), estão na jogada o guitarrista Kim Tahyll, o baixista Bem Shepherd e o baterista Matt Cameron (que toca no Pearl Jam, outro dos maiores nomes do mesmo género e da mesma época que o Soundgarden).


Essa formação é exatamente a mesma que gravou o último álbum do quarteto, Down On The Upside, que foi lançado em 1996.


Ainda não foram anunciadas datas de show para essa volta.



Violator preparando novo álbum

A banda brasiliense de Thrash Metal Violator revelou a capa e o track list de seu novo CD, Annihilation Process. A arte de capa foi desenhada pelo artista Andrei Bouzikov, que em seu currículo tem trabalhos para Nocturnal Graves, Municipal Waste, Amebix, Fueled by Fire, Cannabis Corpse , Sewer, Voetsek, entre outras.

O track list do CD é o seguinte:

01- Poisoned by Ignorance
02- Uniformity is Conformity
03- Give Destruction or Give me Death
04- Apocalypse Engine
05- Deadly Sadistic Experiments
06- Futurephobia
07- You'll Come Back Before Dying (Executer)


A faixa "Deadly Sadistic Experiments", que fará parte do CD, está disponível para audição em: www.myspace.com/killagainrec


Fonte: roadiecrew.net

24 de janeiro de 2010

Grito Rock 2010 em Goiânia

Fósforo Cultural e Monstro Discos apresentam o festival Grito Rock 2010.

Dias: 13 e 14 de fevereiro (sábado e domingo de carnaval)
Local: Circo Lahetô (estacionamento do Serra Dourada)
Ingressos: 15 reais – se chegar até as 17:30 paga 10 reais
Produção coletiva: Circuito Fora do Eixo

Grito Rock 2010 - Programação

.13/02/2010 (Sábado):

SHOWS MONSTRO + FÓSFORO

DJ SET ELETRO ANIMALS PROJECT

04:15 DJ Leandro Porto

03:30 DJ Gabb

02:45 Roque choque

02:00 DJ Cadilaque

01:15 Diego de Moraes e o Sindicato

00:30 Capitão Cometo(BA)

23:45 Motherfish

23:00 Facas Voadoras (MS)

22:15 Gloom

21:30 The Pro (DF)

20:45 V Coletivo(Ivo Mamona, Mc Dyskreto e convidados)

20:00 Vinil Laranja(PA)

19:15 Veniversun(MT)

18:30 Novos Vinis(Anp-GO)

17:45 Ultravespa

17:00 Black Queen

.14/02/2010 (Domingo):

SHOWS MONSTRO + FÓSFORO

DJ SET CAFOFO AMBIENTE PARTIES

04:15 DJ Manga

03:30 DJ Macelle Vaz

02:45 DJ Fabrício Nobre

02:00 DJ Heitor

01:15 Black Drawing Chalks

00:30 Mugo

23:45 MQN

23:00 Johnny Suxxx and the Fucking Boys

22:15 Mechanics

21:30 Desalma(PE)

20:45 Bang Bang Babies

20:00 Hellbenders

19:15 Atomic Winter

18:30 Ultimato(RO)

17:45 Distorce

17:00 Sem Saída


Digidesign se transformará em Avid

Avid, a empresa por trás da Digidesign, anunciou que transformará a marca Digidesign. Ou seja, os produtos e serviços que levam o nome Digidesign passarão a contar com o nome Avid num futuro breve.

A Avid é detentora, entre outras, de marcas como M-Audio e Digidesign, e vai reunir todas elas numa só marca e um só logotipo, formando um conglomerado empresarial multimídia, já que atua tanto no seguimento de áudio como de vídeo.A empresa divulgou um comunicado avisando clientes e entusiastas da Digidesign sobre a transformação da marca e espera que todos a recebam com entusiasmo. De acordo com seu comunicado, "como parte dos próximos passos dessa transformação, em breve os produtos e serviços que você conhece como Digidesign terão a logomarca da Avid... esperamos que você esteja tão entusiasmado como nós sobre o futuro dessa mudança".

Para saber mais sobre a Avid baasta clicar aqui.


Serato e Ableton apresentam The Bridge

Mais uma novidade da Ableton em parceria com a Serato foi anunciada durante a NAMM 2010.

As duas empresas lançaram o "The Bridge" (A Ponte), uma ligação natural entre os softwares Live e Scratch Live/ITCH. A Ponte possui ferramentas poderosas de produção e performance ao vivo - principalmente para DJs - e trabalha em duas direções:

1) Ableton para Serato
A Ponte fornece o Ableton Ttranspot Control (Controle de Transporte da Ableton), oferecendo controle de suas produções em estilo vinil. Apenas cole um set do Live em um dos decks do Scracth Live ou ITCH e use seu vinil, CDJ ou controlador ITCH para fazer o transporte.

2)Serato para Ableton
Fornece ferramentas de criação e mixagem. Faça seu set no Scracth Live ou ITCH e salve-o como um set do Live automatizado. Assim, você toca sua mixagem e obtém opções avançadas de edição.

A Ponte está disponível gratuitamente para quem possui versões registradas dos softwares e hardwares Live e Scracth Live/ITCH.

Para saber mais sobre o The Bridge basta clicar aqui.


Assista logo abaixo a um vídeo demonstrativo do The Bridge na NAMM 2010.



Fonte: ableton.com




Jon Oliva desmente reunião do Savatage

O vocalista Jon Oliva, fundador da banda SAVATAGE e atual JON OLIVA’S PAIN recentemente concedeu uma entrevista ao site Bravewords.com na qual comentou sobre os rumores de uma possível reunião do SAVATAGE.

“Esses rumores sobre uma reunião... algumas pessoas têm dito coisas que provavelmente não deveriam dizer.

Houve conversas sobre fazer um show como uma despedida para o SAVATAGE, mas de uma forma lógica isso simplesmente se tornou impossível.

Os rapazes têm o TRANS-SIBERIAN ORCHESTRA, e eu tenho o JON OLIVA’S PAIN, temos muitas coisas que nos mantêm ocupados. É muito agravante, porém, as pessoas sempre perguntam sobre quando isso vai acontecer e pressionam para que isso aconteça. O que eu quero dizer é, o SAVATAGE já não lança nada há quase 10 anos! Trata-se de um pequeno grupo de pessoas, mas eles não vão desistir e eu não consigo entender o porque. Vocês têm os caras do SAVATAGE no TRANS-SIBERIAN ORCHESTRA, que foi gerado a partir das eras Dead Winter Dead (1995) e Wake Of Magellan (1998), vocês tem o JON OLIVA’S PAIN tocando muitas coisas antigas do SAVATAGE, o que mais vocês querem?

Não me entendam mal. Eu amo o SAVATAGE e sempre estará no meu coração pois foi aonde eu comecei cara. Eu ainda toco as músicas, eu amo tocar essas músicas, mas agora eu tenho uma nova carreira. Estou no meu quarto álbum com o JON OLIVA’S PAIN! Para as pessoas que continuam insistindo por uma reunião do SAVATAGE, desistam.

Eu possuo os direitos sobre os álbuns Sirens (1983) e The Dungeons are Calling (1984), então eu devo fazer algo com eles dentro de alguns anos, mas agora meu foco é o JON OLIVA’S PAIN e eu estou esperando que as pessoas finalmente se toquem de que eu tenho uma nova banda (risos).”


Fonte: whiplash.net



Scorpions anuncia fim de carreira após turnê


A nota abaixo foi postada no site oficial do Scorpions:

"É sempre um prazer, nossa proposta de vida, nossa paixão e nós temos muita sorte de fazer música para vocês - seja ao vivo no palco ou criando novas músicas em estúdio.


Enquanto trabalhávamos no novo álbum nos últimos meses, nós literamente sentimos o quanto poderoso e criativo foi nosso trabalho – e quanta diversão nós ainda tivemos durante este processo. Mas também havia outra coisa: nós queremos terminar a extraordinária carreira do Scorpions no topo. Nós somos extremamente agradecidos pelo fato de que nós ainda temos a mesma paixão pela música que sempre tivemos desde o começo. É por isto que, especialmente agora, nós concordamos que alcançamos o final desta estrada. Nós terminamos nossa carreira com um álbum que consideramos ser um dos melhores que já gravamos e com uma turnê que começará em nossa casa, na Alemanha e que nos levará pelos cinco diferentes continentes nos próximos anos.


Nós queremos que vocês, nossos fãs, sejam os primeiros a saber desta decisão. Obrigado pelo interminável apoio por todos esses anos!

Nós disponibilizamos as primeiras "snippets" do nosso novo álbum para vocês.

E agora... vamos começar a festa e nos prepararmos para um Sting in the Tail (nome do novo album da banda a ser lançado em março).

Nos vemos na próxima turnê pelo mundo.


Scorpions"


22 de janeiro de 2010

Sevendust preparando novo álbum


O Sevendust revelou qual será o título de seu próximo álbum de inéditas, sucessor de Chapter VII: Hope & Sorrow, que saiu em 2008.


Esse próximo trabalho da banda norte-americana de new metal se chamará Cold Day Memory.


A produção do disco é assinada por Johnny K, que já trabalhou com bandas como Disturbed, Staind e Machine Head.


Venda digital de música cresceu 12% em 2009

As vendas de arquivos digitais de música cresceram 12% em 2009, informa relatório divulgado nesta quinta, 21, pela IFPI (sigla para Federação Internacional da Indústria Fonográfica) -, enquanto as vendas fonográficas em geral caíram 10%. Os valores obtidos no comércio de serviços digitais atingiram a marca de US$ 4,2 bilhões, cerca de 27% do total movimentado no mercado musical mundial. Mas países como Brasil, França e Espanha, destacados no relatório como pontos negativos, ainda não foram inseridos nesse mercado - e sofrem ainda mais que o resto do globo com a pirataria.

De acordo com o documento, os artistas das três nações - "conhecidas pela vibração e influência históricas de sua música e seus músicos" -, enfrentam falta de investimentos, que se reflete na queda de lançamentos de nomes locais.

Por aqui, o serviço de vendas digitais ainda não engrenou - lojas virtuais conhecidas no mundo todo, como o iTunes, não vendem arquivos para o Brasil, em parte pela falta de mercado consumidor. Em conferência via telefone na manhã desta quinta, Rob Wells, vice-presidente internacional de vendas digitais da Universal, questionado pela reportagem da Rolling Stone Brasil sobre quais estratégias devem ser empregadas em países como o nosso, foi categórico: a nova menina dos olhos das gravadoras é o celular. "O consumidor brasileiro compra muitos celulares, então vamos vender música como parte de aparelhos de celular. O custo da música estará embutido no valor do aparelho", afirmou, acrescentando que pacotes de assinatura de provedores de internet e operadoras, com serviços musicais embutidos, também estão nos planos das majors.

John Kennedy, CEO da IFPI, diz que houve um tempo em que o Brasil tinha lugar de destaque no cenário mundial. "Há cerca de 13 anos, o Brasil era um dos mais bem-sucedidos mercados musicais no mundo. O Brasil costumava pagar pela música, mas claro, a pirataria teve um impacto muito grande sobre isso."

Durante a entrevista coletiva, realizada a partir de Londres, da qual também participou o vice-presidente de estratégias comerciais da Warner, Eric Daugan, ficou claro o novo ponto de insistência das grandes gravadoras: se o Estado não se manifestar, será impossível parar a pirataria. Trocando em miúdos: os grandes executivos querem incentivar, mais do que nunca, punições legais para os piratas virtuais. "Governos, a exemplo da França, Coreia do Sul, Taiwan, Reino Unido e Nova Zelândia, abriram o caminho em 2009 adotando e propondo leis para combater a pirataria", afirma Kennedy. Na França, por exemplo, um projeto de lei prevê desconexão da internet, multa e prisão aos infratores de direitos autorais. Nos Brasil, políticos ainda engatinham em iniciativas semelhantes (saiba mais em nosso especial sobre pirataria digital).

Países em queda
Por aqui, o mercado de música encolheu cerca de 43% entre 2005 e 2009, informa o relatório da IFPI. Em 2008, foram 67 lançamentos nacionais, vendidos sem descontos, por grandes gravadoras, um décimo do número de discos tupiniquins lançados em 1998. Na França, onde um quarto dos internautas faz downloads ilegais, o número de lançamentos locais caiu 60% entre 2003 e 2009. Na Espanha, um dos países em que mais se baixa arquivos ilegais em toda Europa, as vendas de discos de músicos locais caiu aproximadamente 65% entre 2004 e 2009.

Top 10 digital
Em 2009, Lady Gaga foi a campeã na lista de singles mais baixados (legalmente) na rede. A cantora ocupa a primeira e a quarta posição do top 10, com "Poker Face" (9,8 milhões de downloads vendidos) e "Just Dance" (7,7 milhões). Em 2008, a medalha de ouro ficou com Lil Wayne, com a faixa "Lolipop" (9,1 mi de downloads); em 2007, o posto foi de Avril Lavigne ("Girlfriend", 7,7 mi de downloads). A expectativa é que em 2010, o número um da lista ultrapasse a marca de 10 milhões de downloads.

Confira abaixo os dez singles digitais mais vendidos de 2009:

1 - "Poker Face" - Lady Gaga: 9,8 milhões
2 - "Boom Boom Pow" - Black Eyed Peas: 8,5 mi
3 - "I'm Yours" - Jason Mraz: 8,1 mi
4 - "Just Dance" - Lady Gaga: 7,7 mi
5 - "I Gotta Feeling" - Black Eyed Peas: 7,1 mi
6 - "Love Story" - Taylor Swift: 6,5 mi
7 - "Single Ladies (Put a Ring on it)" - Beyoncé: 6,1 mi
8 - "Kiss Me Thru the Phone" - Soulja Boy: 5,7 mi
9 - "Heartless" - Kanye West: 5,5 mi
10 - "Circus" - Britney Spears: 5,5 mi


MTV exibe especial do Metallica

A MTV exibe a partir de quinta-feira (28) o especial Metallica: Orgulho, Paixão e Glória - Três Noites na Cidade do México, que virou DVD lançado em 2009.

O show, gravado no estádio Foro Sol, no México, mostra o show da turnê World Magnetic, que chega ao Brasil na próxima semana com três shows: dia 28 em Porto Alegre e nos dias 30 e 31 em São Paulo.
Será exibida cerca de 1h do show, que tem sucessos como Creeping Death, Unforgiven, Seek & Destroy e One.

O programa será exibido na quinta-feira (28) às 15h; na sexta-feira (29) às 19h e sábado (30) às 14h30.


Fonte: diversao.terra.com.br

Soilwork preparando novo álbum

Os suecos do Soilwork anunciaram que o novo álbum se chamará The Panic Broadcast e que tem previsão de lançamento para o final do ano, pela Nuclear Blast. Este será o primeiro material de estúdio da banda desde o retorno do guitarrista Peter Wichers, em 2008, e a estréia de Sylvain Coudret (guitarra), que entrou na banda no mesmo ano.

Wichers também será responsável pela produção, enquanto a mixagem ficará por conta do experiente Jens Bogren.


Fonte: roadiecrew.net

20 de janeiro de 2010

Animash Fest - 2ª Edição em Goiânia

ANIMASH FESTIVAL - 2º EDIÇÃO

Dia: 07 DE FEVEREIRO
Local: FACULDADE ARAGUAIA - UNIDADE BUENO
Ingresso: R$ 10,00 (Antecipado)

- Salas de exibição
- Área de Games (3º geração)
- Sala de jogos de tabuleiro
- Sala de desenho
- Batalha medieval
- Workshop de PaperCraft
- Apresentação do grupo: OS HEREGES - Teatro Coplay
- Sorteios
- Concurso de Cosplay (Premiação de 1 Mp7 ao 1º colocado)
- Anime-kê
- AnimeQuiz
- Concurso de desenho
- Torta na cara
- Queimada
- Bingo (Sorteio de um GAME BOY)
- Cara na farinha (NOVIDADE)
- Stands de venda
- Stands de alimentação


MSN GROUP: group231834@groupsim.com

POSTOS DE VENDA: SOLO SAGRADO, HOCUS POCUS, KAVERNA, NEXUS GAMERS

APOIO: Projeto Coliseu, Faculdade Araguaia, Colegio Mega

REALIZAÇÃO: Olimpia Produções, 4Play Produções

Mais informações: www.animashfestival.blogspot.com

Lançamento de vídeo-aula sobre o Digital Performer 7

A Digital Music Doctor anunciou recentemente o lançamento da vídeo-aula Digital Performer 7 - Saiba Tudo! Contendo um vídeo interativo de três horas, o curso cobre os mais importantes aspectos de gravação, edição, mixagem e masterização de áudio e Midi usando a DAW Digital Performer 7, da MOTU.

Com preço em volta de US$35,00 (cerca de R$70,00), o vídeo pode ser adquirido nos formatos DVD ou download digital.

O Digital Performer é um software de produção musical da MOTU, famosa fabricante de equipamentos de áudio profissional. O programa possui ferramentas profissionais para gravação, edição, mixagem e masterização de áudio e Midi, possuindo vários VST-plugins e instrumentos e samplers virtuais, podendo também trabalhar em modo Rewire com outro software. Para saber mais sobre o Digital Performer (em inglês) basta clicar aqui.


Final do V-Drums Contest EM&T

A decisão do V-Drums Contest EM&T - interrompida em 10 de novembro por conta de um apagão que assolou 18 estados brasileiros - foi reagendada para o dia 2 de fevereiro, a partir das 20 horas. Desta vez, o palco da disputa será o Auditório Roland, também situado na capital paulista. Por ser um local menor que o Auditório Mix Music Hall, o evento não será aberto ao público.

Com o consenso dos seis participantes - Bruno Valverde dos Santos, Gabriel Caressato de Carvalho, Júlio César Fernandes, Maick Sousa Cruz, Michel Maeda Cavalcante Sá e Rodrigo Star Tagliassachi Budemberg -, os organizadores do V-Drums Contest EM&T decidiram que a final será realizada integralmente, e não a partir do momento em que foi interrompida. Com isso, será garantida a igualdade de condições a todos os finalistas e a manutenção da mesma referência para os jurados.

Final do V-Drums Contest EM&T
Dia: 2 de fevereiro de 2010
Horário: 20 horas
Local: Auditório Roland
Endereço: Rua Teodoro Sampaio, 727 - São Paulo/SP
Informações: www.v-drumscontest.com.br


Roland disponibiliza vídeos da TD-20KX


A Roland Brasil acaba de publicar seis novos vídeos da TD-20KX. As filmagens contam com participação de Albino Infantozzih, que demonstra as principais ferramentas e sonoridades presentes no modelo mais avançado da linha V-Drums, além de utilizar o sampler de percussão SPD-S.


Em quatro oportunidades, o baterista realiza performance juntamente com Michel Skava. Autor das composições executadas pelo duo, o tecladista também utiliza apenas produtos desenvolvidos pela Roland, como o sintetizador V-Synth GT, a workstation Fantom G7 e o sampler SP-555.

Clique aqui para conferir os vídeos inéditos. Os interessados também podem encontrar esses materiais no YouTube.


Jeff Beck preparando novo álbum

Inspirado pela música clássica, mas sem largar mão do rock, Jeff Beck lançará seu primeiro álbum de estúdio em sete anos, Emotion & Commotion, em 13 de abril. Além de músicas originais, o inglês, 14º maior guitarrista de todos os tempos segundo a Rolling Stone EUA, gravou covers como "Corpus Christi Carol", de Jeff Buckley, "Somewhere Over the Rainbow", consagrado na voz de Judy Garland, para O Mágico de Oz, e "I Put a Spell On You", música de Screamin' Jay Hawkins que terá, na versão de Beck, colaboração vocal de Joss Stone.

O disco - que sairá dois meses após três concerto de Beck e Eric Clapton, duas lendas da guitarra, em Nova York, Montreal e Toronto - contará ainda com uma orquestra de 64 músicos, em faixas como "Symphony Nº 5", de Gustav Mahler, "Elegy for Dunkirk", música de Dario Marianelli escrita para o filme Desejo e Reparação, e "Nessun Dorma", do compositor italiano de óperas Giacomo Puccini.

"Tudo correu maravilhosamente bem, mas eu não quis me comprometer com um álbum inteiro de música clássica", disse Beck à RS EUA. "O que me atraía era, em vez disso, a ideia de juntar estes sons aparentemente contraditórios em tipos diferentes de música não-clássica", complementou, sobre a fusão de rock e clássico.

Além do cover de Screamin' Jay Hawkins, a conterrânea Joss Stone aparece em "There's No Other Me". A cortesia é recíproca: Beck tocou na faixa-título do mais recente álbum da cantora, Colour Me Free.

A banda que apoia Beck é formada por colaboradores frequentes: Vinnie Colaiuta (bateria), Tal Wilkenfield (baixo) e Jason Rebello (teclado).


Armored Saint disponibiliza nova música no Myspace

Os norte-americanos do Armored Saint lançarão o novo álbum, La Raza, no dia 16 de março pela Metal Blade Records. O material foi gravado no Tranzformer Studios, Califórnia/EUA, e produzido por Dave Jerdan (responsável pelo clássico Symbol of Salvation, de 1991) e Bryan Carlstrom. Este será o primeiro álbum da banda desde Nod to the Old School (2001).

As músicas de La Raza são:
01. 'Loose Cannon'
02. 'Head On'
03. 'Left Hook From Right Field'
04. 'Get Off the Fence'
05. 'Chilled'
06. 'La Raza'
07. 'Black Feet'
08. 'Little Monkey'
09. 'Blues'
10. 'Bandit Country'

A música 'Left Hook From Right Field' está disponível para audição no MySpace oficial da banda.

A atual formação da banda é a mesma dos álbuns Revelation (2000) e Symbol Of Salvation:

John Bush - vocal
Jeff Duncan - guitarra
Phil Sandoval - guitarra
Joey Vera - baixo
Gonzo Sandoval - bateria


Fonte: roadiecrew.net

18 de janeiro de 2010

Aparecida Metal Fest em Goiânia

Acontecerá em Goiânia, no dia 27 de Março, o festival Aparecida Metal Fest, com bandas de Metal de Aparecida de Goiânia  e bandas convidadas.

Bandas de Aparecida de Goiânia:
.MORBEK
.WARLIKKE
.HIDE SOUL
.WARHEAD

Bandas convidadas
.DEADLY CURSE
.DARK AGES
.DYATRIB
.VISCERASTIKA

Ingressos
R$ 5,00 antecipado (com as bandas)
R$ 8,00 no local (até as 18:00hs)
R$ 10,00 no local (após as 18:00hs)


Local: DCE da PUC-GO (praça Universitária)

Horário: 20:00

3º Congresso do Sistema de Ensino Integral

No próximo dia 20 de janeiro, será realizado o III Congresso do Sistema de Ensino Integral. Entre as atrações do evento, está a oficina 'A Tecnologia Musical Aplicada na Educação Musical', que será ministrada pelo multi-instrumentista e coordenador da Quanta Educacional, Jobert Gaigher.

A oficina vai mostrar aos educadores, as possibilidades e vantagens do uso da tecnologia na educação musical – que a partir de 2011 será disciplina obrigatória em todas as escolas públicas e particulares, no ensino médio e fundamental do Brasil.

A entrada é gratuita. A inscrição para professores, coordenadores e diretores da Rede integral é feita pelo site. Os demais educadores, interessados e convidados da Quanta Educacional devem enviar um e-mail para lais@quanta.com.br ou entrar em contato pelo telefone (19) 3741-4644.

A programação completa do congresso e outras informações podem ser acessadas no site http://www.integral.br/eventos/congresso2010/home.asp.



III Congresso do Sistema de Ensino Integral

Data: Dia 20 de janeiro de 2010.
Horário: Das 13h30 às 17h30.
Local: Espaço Guanabara – Rua Dr. Oswaldo Cruz, 300. Bairro Taquaral, Campinas/SP.


Mais Notícias

Notícias - KVR Audio News

Notícias - Sound On Sound Audio News

Notícias - Gearjunkies Audio News

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...